IV Estoril Vigotsky Conference – International Congress of Psychology

0 Comente
38 Views

4º ESTORIL VIGOTSKY CONFERENCE

A Liga Vegotskiana de Língua Portuguesa e o Instituto Quintino Aires, em colaboração com a Universidade Lomonosov de Moscovo (Rússia), a Universidade Estatal Russa de Humanidades (Moscovo, Rússia), o IPAF – Instituto Vigotsky (São Paulo, Brasil), bem como a Andricard, Lda. – Centro de Psicologia, Urologia e Formação (Luanda, Angola) estão a preparar o 4º ESTORIL VIGOTSKY CONFERENCE que se irá realizar no Estoril em Portugal, de 9 a 11 de junho de 2016.

Datas importantes:

Prazo para envio de Resumos: 1 de março de 2016

Inscrição antecipada: 31 de janeiro de 2016.

Três dias de conferências magistrais e palestras sobre o estado da ciência, assim como apresentações orais, tanto em português como em inglês, têm vindo a constituir a imagem de marca deste congresso interativo e singular. A presente edição do EVC16 tem como oradores e convidados: Antonio E. Puente (EUA), Janna Glozman (Rússia), Alfredo Ardila (EUA), Eugene Subbotsky (Inglaterra), Dorothy Robbins (EUA), Aleksander N. Veraksa (Rússia), Nicolay Veresov (Austrália), Bella Kotik-Friedgut (Israel), Igor M. Arievitch (EUA), Anton Yasnitsky (EUA), Konstantin V. Anokhin (Rússia) e Joaquim Quintino Aires (Portugal). O evento constitui uma oportunidade única de partilha e aprendizagem entre colegas oriundos dos mais diversos pontos do mundo.

Com início em 2010, o ESTORIL VIGOTSKY CONFERENCE, evento internacional bienal, reúne profissionais das diversas disciplinas, tais como a Psicologia, Pedagogia, Linguística, Antropologia, Medicina e Ciências da Saúde. Estes profissionais juntam-se em função de um interesse comum na abordagem de Vigotsky, Luria e Leontiev.

Simpósio: Escola Rita Leal: Uma proposta terapêutica para o autismo – Um novo olhar sobre o autismo.

SUMMARY

Guided by the principle that scientific knowledge should serve the transformation of reality
and the creation of suitable conditions of life for all, the Portuguese Association for
Relational-Historical Psychology (APPRH) founded a school, named RITA LEAL (RLS), with
a therapeutic purpose based on new perspectives for autism - distanced from instrumental
and behavioral learning programs.
Rooted in theory, the Rita Leal School (Leal, 1975/2004, 1997, 2005, 2010) holds that
mental development is based on a mutually contingent emotional relationship, while
underwriting Vygotsky’s concepts of zone of proximal development (ZPD) and of mediation
(1930/2004, 1934/2009).

Learning to read is a complex process which individuals with Autism Spectrum Disorder
(ASD) master slowly and with difficulty. We compared the process of learning to read as
followed by two ASD children with that followed by two matched normal subjects, aiming to
pinpoint distinct aspects of their progress. We used the Observer Software Program to
collect and analyze observational records of performance understood as data to be
classified according to formerly specified codes. We believe we could demonstrate that,
especially in the case of ASD children, learning is dependent on contingent responses and
adequate levels of mediation.
The technical team at RLS has continuous clinical supervision. That is because we believe
this supervision is what permits the team to undergo a process of de-centering, becoming
more empathic and available. This makes the intervention done by this team more efficient,
because the team became more aware of each autists’ individual characteristics and
therefore more available for the autists’ needs.

Key Words: Autism, Contingent Emotional Development, Mediation, Zone of Proximal Development

 

Escola Rita Leal: A construção da empatia: preparação dos técnicos e pares para uma otimização da mediação - O potencial reflexivo-formativo da autoscopia e heteroscopia em vídeo feedback com a supervisão clínica do trabalho de campo com recurso ao registo audiovisual.
A importância da construção da representação dos pares mais competentes sobre o autismo.
Análise da evolução da qualidade relacional numa abordagem relacional-histórica – Investigação baseada em registos audiovisuais do trabalho de campo.
Treino da relação dialógica para a promoção da aprendizagem cooperativa - Análise da qualidade relacional através do software "The Observer XT 12".
Escola Rita Leal: um modelo de intervenção para a escola pública.
Escola Rita Leal: um contributo para a escola inclusiva